Notícia

"A Voz na Cabeça" de Valter Vinagre em Vila Nova da Barquinha

O fotógrafo Valter Vinagre foi um dos primeiros autores a estrear as Residências Artísticas de Vila Nova da Barquinha, um projeto do Município em parceria com a Fundação EDP.

Em setembro de 2015, o autor veio à descoberta de um concelho ligado ao rio e à paisagem ribeirinha, com seus usos e costumes, tendo desenvolvido um trabalho ímpar alusivo a este pedaço de território, suas gentes e memórias.

O trabalho fruto desta residência deu origem a um livro e à exposição “A Voz na Cabeça”, que está patente na Galeria do Parque de Escultura Contemporânea Almourol (PECA), em Vila Nova da Barquinha, entre 18 de março e 31 de maio de 2017.

“A voz na cabeça” é um título inspirado no barqueiro de Almourol que recorrentemente falava dessa Voz interior, quiçá influência das lendas de Almourol e da Cardiga ou das pelejas entre moiros e cristãos ou do romantismo do Castelo, que hodiernamente fascinava a sua mente.

Comissariada por João Pinharanda, a exposição é um ensaio fotográfico que molda a memória individual e coletiva de Vila Nova da Barquinha.

O fotógrafo nascido em Avelãs de Caminho, 1954, no concelho de Anadia, estudou fotografia no AR.CO – Centro de Arte e Comunicação Visual, (1986 – 1989) em Lisboa. Iniciou o seu percurso em finais dos anos 1980, realizando exposições individuais e participando em mostras e iniciativas de cariz coletivo. De início conotado com uma fotografia próxima do registo documental, o seu trabalho passou a interiorizar um exercício mais reflexivo sobre a imagem, criando discursos sobre os significados associados à paisagem, à viagem e ao lugar da cidade.

“O trabalho desta série é, de modo muito evidente, sobre a Memória. Valter Vinagre, tem um currículo tão vasto e uma experiência tão longa no terreno da recolha e fixação das acções e emoções humanas, na busca das suas manifestações mais arcaicas e mais contemporâneas, mais genuínas (por enraizamento na tradição ou por contestação geracional ou social do passado) que a sua memória está sobrecarregada de imagens e de factos", escreve o comissário

A iniciativa é fruto da parceria do Município de Vila Nova da Barquinha com a Fundação EDP, no âmbito do projeto PECA (www.barquinhaearte.pt). A Fundação EDP é consultora artística, comissária e mecenas deste espaço único em Portugal que reúne obras de Alberto Carneiro, Ângela Ferreira, Carlos Nogueira, Cristina Ataíde, Fernanda Fragateiro, Joana Vasconcelos, José Pedro Croft, Pedro Cabrita Reis, Rui Chafes, Xana e Zulmiro de Carvalho. Um projeto local, com dimensão nacional e potencialidades de projeção internacional.