Notícia

MAAT e Embaixada de Portugal inauguram exposição de André Romão.

Primeiro projeto expositivo resultante da colaboração entre a Embaixada de Portugal em Berlim e o MAAT inaugura dia 29 de abril, no âmbito do Gallery Weekend Berlin

O MAAT e a Embaixada de Portugal em Berlim estabeleceram uma parceria que visa promover a internacionalização da arte contemporânea portuguesa, nomeadamente dos artistas que integram a coleção que a Fundação EDP tem vindo a formar nos últimos 11 anos, que é atualmente uma das mais importantes coleções de arte portuguesa.

Intitulada 1977-1981, a exposição do artista André Romão na Galeria da Embaixada de Portugal em Berlim é composta por dois vídeos e uma pintura, sendo o primeiro de uma série de projeto anuais realizado neste espaço com curadoria do MAAT a partir de obras pertencentes à Coleção de Arte Fundação EDP.  

Em 1977-1981, Romão, prémio Novos Artistas Fundação EDP em 2007, justapõe dois momentos histórico-culturais ocorridos em Itália no final dos anos 70 e início dos anos 80 –  o movimento de cunho político e experimental apelidado de Indiani Metropolitani e o Grupo Memphis, coletivo pioneiro do design pós-moderno. A exposição explora a simultaneidade das duas dimensões destes momentos histórico-culturais ocorridos na Itália pós-modernista, tentando encontrar o fio condutor entre ambos; aquilo que têm em comum mas também o que lhes é radical e estruturalmente diferente.

A parceria estabelecida entre o MAAT e a Embaixada de Portugal em Berlim pretende reforçar a política de investimento cultural que, desde o início, reflete e acompanha diretamente a ação plural da Fundação EDP no campo das artes.

O objetivo desta iniciativa passa por apresentar a Coleção da Fundação EDP em diferentes contextos, impulsionar e defender a produção artística portuguesa e aproximá-la do público, tanto nacional quanto internacional. 

2016 é o primeiro ano de programação do MAAT – a partir de junho na Central Tejo e em outubro já no novo edifício do museu. Esta inclui um programa de exposições temporárias produzidas e/ou apoiadas pela Fundação EDP com algumas das mais prestigiadas instituições da Europa – como o Vitra Design Museum, Whitechapel Gallery, Barbican Centre, etc.

Tal como se espera com a Embaixada de Portugal em Berlim, todas as exposições organizadas pelo MAAT servirão de ponto de partida para intercâmbios internacionais, promovendo a troca de experiências ao mesmo tempo em que colocam o novo museu português na rota do circuito artístico internacional.