Cultura | Grande Prémio Fundação EDP Arte

2007 – 4ª Edição

Grande Prémio EDP Arte 2007 

Premiado: pintor Eduardo Batarda

Biografia

Eduardo Batarda nasceu em Coimbra, em 1943. Estudou na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, sendo diplomado com o Curso de Pintura e o Curso Complementar de Pintura (1968) e no Royal College of Art, Londres, como pós-graduado. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (1971/1974), onde obteve o diploma de MaRCA e recebeu os prémios Sir Alan Lane e John Minton. Está representado no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian e nas coleções do Museu Nacional de Arte Moderna, bem como em coleções privadas na Europa, Reino Unido e Estados Unidos da América. Em 1986, foi-lhe atribuído o prémio telegráfico Homeostética.

Júri

Presidido por António Mexia (presidente do conselho de administração da EDP e presidente da Fundação EDP),
Eduardo Lourenço (professor e ensaísta),
Alexandre Melo (professor e crítico de arte),
João Pinharanda (crítico de arte e consultor da Fundação EDP),
João Marques Pinto (antigo presidente da Fundação de Serralves e colecionador),
Raquel Henriques da Silva (professora e historiadora de arte),
Vicente Todolí (antigo diretor do Museu de Serralves e diretor da Tate Modern de Londres).

Exposição

A exposição do Grande Prémio EDP 2007, intitulada Outra vez não, esteve patente no Museu de Serralves, entre 26 de novembro de 2011 e 25 de março de 2012.